25 de maio de 2021

Documentário celebra diversidade sociocultural da Rota Ecológica dos Milagres

Produzido pelo Instituto Yandê, através do Projeto Samburá, filme faz parte de ações que visam difundir e preservar a cultura popular da região da APACC

Quem vai a qualquer um dos municípios que compõem a Área de Proteção Ambiental Costa dos Corais logo percebe a variedade de manifestações socioculturais presentes na região, seja através dos grupos folclóricos, modos de fazer, formas de expressão ou ofícios. Como forma de difundir e preservar estes bens culturais e imateriais, em 2020 o Instituto Yandê criou o Projeto Samburá e agora lança um documentário feito a partir de entrevistas com personagens que vivem na Rota Ecológica dos Milagres.
O filme é resultado de um levantamento feito desde o ano passado nos municípios de Passo de Camaragibe, São Miguel dos Milagres e Porto de Pedras, com pessoas que até hoje mantêm vivas as suas tradições e lutam para passá-las adiante. O filme pode ser assistido na íntegra através do canal oficial do Instituto Yandê no Youtube.
“Os saberes estão se perdendo pela transformação natural da cultura. Hoje temos outras influências, mas é importante que essa cultura popular seja registrada e que essa herança seja transmitida para outras pessoas. É desejo nosso desenvolver isso para as comunidades e ajudar a alavancar a autoestima delas, mostrando que o que fazem têm valor”, afirma a diretora-executiva do Instituto Yandê, Mariana Bernardo.
Mas não para por aí. Atualmente o Projeto Samburá tem realizado levantamentos que devem se estender a todos os outros municípios que compõem a APACC, em Alagoas e Pernambuco, o que resultará em uma série documental. O objetivo é, após a pandemia, fazer um tour pelas zonas rurais das cidades, exibindo a obra para pessoas sem acesso à internet. O instituto busca ainda apoio para ampliar as formas de registro, através da elaboração de um livro e da criação de um festival cultural.
Além do Projeto Samburá, o Instituto Yandê atua em ações que visam fortalecer a Educação, a Cultura e o Meio Ambiente na Área de Proteção Costa dos Corais.
Desde a sua criação, em 2012, oferece cursos de formação profissional e informática, além de trabalhar na formação de condutores de jangadas para turismo responsável e disponibilizar uma biblioteca com mais de 2 mil títulos para a população local. Em 2019, criou a Rede de Mulheres Pescadoras, que capacita e empodera as profissionais da área espalhadas por toda a APACC e no município de Jequiá da Praia.

Por assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *