3 de novembro de 2019

Monja Coen marca presença na 9º Bienal Internacional do Livro de Alagoas

Aos 72 anos, Monja Coen, uma das principais referências nacionais do budismo, estará presente na 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas – maior evento literário, cultural e social do país totalmente gratuito. Os visitantes da feira poderão conhecer a recente obra da Monja, “O que aprendi com o silêncio” publicada pelo selo Academia, da Editora Planeta e participar de um bate-papo, seguido de uma sessão de autógrafos com a autora no dia 6 de novembro, das  18 às 20 horas, no Auditório da Associação Comercial de Maceió, no bairro de Jaraguá.

Em “O que aprendi com o silêncio”,  a líder espiritual divide com o leitor memórias de uma vida de intensa transformação. A pensadora revela detalhes de sua conversão ao zen budismo, de sua trajetória monástica, além de todas as mudanças que viveu. Monja Coen conta ainda que aprendeu o valor do silêncio em meio a muitas histórias barulhentas e dissonantes, como alguns episódios que evolvem sua infância, seus pais e avós, sua carreira de jornalista durante o período de Ditadura Militar, abuso sexual, voto de castidade, drogas e suicídio. “O que aprendi com o silêncio” e os outros livros da Monja estarão disponíveis para venda no local.

A Monja mostra sua capacidade de fazer de um instante o infinito e do infinito um instante. Não à toa, ela é seguida por uma multidão, de diferentes crenças e classes sociais. A 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas acontece de 1 a 10 de novembro, em Maceió e ganhará as ruas do histórico bairro de Jaraguá. Único evento do país planejado, promovido e realizado por uma universidade pública, a Universidade Federal de Alagoas (Ufal), por meio de sua editora (Edufal), a Bienal  busca promover uma reflexão com atrações que vão muito além do acadêmico e estão voltadas para os mais diversos públicos, promovendo acessibilidade à leitura e à cultura em suas mais variadas possibilidades.

Serviço do evento
9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas
Bate-papo e sessão de autógrafos: Monja Coen
Data: 6 de novembro (quarta-feira)
Horário: 18 às 20 horas
Local: 9ª Bienal Internacional do Livro de Alagoas
Ingressos: Totalmente gratuito
Auditório da Associação Comercial de Maceió
Endereço: Rua Sá e Albuquerque, 467, Jaraguá, Maceió
Mais informações sobre o evento: https://www.bienalalagoas.com.br/

Sinopse de O que aprendi com o silêncio: Sem o objetivo de compor uma autobiografia propriamente dita, Cláudia Dias Baptista de Souza, conhecida como Monja Coen, compartilha com o leitor memórias de alguns dos momentos mais marcantes de sua história, detalhes de sua conversão ao zen budismo, de sua trajetória monástica, além de toda transformação que viveu aprendendo a silenciar a mente. Entre o que a autora chama de  “retalhos da memória”, episódios marcados por intensa transformação são apresentados ao leitor. Desde sua infância em São Paulo, rodeada de livros e música em uma família católica ao seu primeiro divórcio e gravidez aos 17 anos. Coen, que significa “um só círculo” em japonês, faz reflexões resultantes de uma vida e de quase 45 anos no Caminho Zen.

Ficha Técnica: O que aprendi com o silêncio – uma autobiografia
Autora: Monja Coen
Páginas: 232
Preço: R$44,90
Selo Academia
Editora Planeta

Por assessoria.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *